Como avaliar um vinho

Como avaliar um vinho

Apreciar um vinho é uma arte que cada um poderá desenvolver individualmente. À medida que bebemos vinhos, lemos e conversamos sobre eles, a capacidade de distinguir as suas diferentes características desenvolve-se naturalmente.

Visualmente

Deve ter por base um fundo branco e inclinar ligeiramente o copo para poder observar os vários aspectos da tonalidade do vinho, tendo em conta a cor que observa no centro do copo. Rodando o copo pode avaliar a fluidez e espessura do vinho.

Ainda com o copo inclinado, a auréola final do vinho mostra-lhe outras tonalidades que podem estar relacionadas com a idade. A limpidez avalia-se tendo em conta a ausência de partículas em suspensão e a maior ou menor transparência do vinho.

Aromaticamente

Procure sentir os aromas do vinho, primeiramente, sem agitar o copo. Introduzindo o nariz no copo conseguirá sentir os aromas mais fortes. Os vinhos podem ser predominantemente marcados por um aroma dominante ou conter em si uma panóplia vasta de aromas que se misturam e desvendam com mais ou menos facilidade, consoante a sua intensidade. Ao agitar o copo de forma circular vai permitir que o vinho tome contacto com uma maior quantidade de oxigénio, o que o fará revelar outros aromas. vinho.

Na Boca

Coloque o vinho na boca e não engula de imediato. Faça com que o vinho passe por todas as partes da boca, uma vez que cada parte tem um potencial diferente, proporcionando-lhe sensações distintas. Isto vai-lhe permitir sentir também o corpo do vinho, que é correspondente ao peso que sente.

Na ponta da língua vai sentir os açúcares, já a acidez pode avaliar pela salivação que o vinho provoca no final da boca, onde terminam os maxilares. Quando o vinho revela uma textura macia e equilibrada diz se que é redondo. O final de boca é tão mais persistente quanto mais tempo permanecer na boca o sabor do vinho.

Um vinho é agradável quando, de uma forma geral, é equilibrado. O equilíbrio num vinho resulta de diversos factores, o vinho será tão mais equilibrado quanto mais coerentes entre si forem os vários aspectos que o compõem.