Tanto por descobrir

Descobrir que temos tudo para conhecer, ver e sentir.
Aqui apresentamos o primeiro fotógrafo convidado neste processo de descoberta e partilha.
Kitato aceitou o nosso convite e descobriu-nos de forma sincera, com simplicidade e muita curiosidade. Percorreu os caminhos, as vinhas e o céu. Sobrevoou a terra e com o seu olhar descobriu o horizonte. Falou com a nossa gente, gente com singularidades próprias, tal como os nossos vinhos.
Pode descobrir mais sobre o seu olhar nesta gama de fotos escolhidas especialmente para si.
Quinta da Alorna. Tanto por descobrir.

DESCOBRIR

Vinhos por descobrir

Somos privilegiados, as nossas vinhas prosperam em solos que nos dão uma acidez natural única que se exprime em frescura aromática e sensorial.
Respeitamos o que a natureza nos dá e tentamos sempre alcançar aquilo que é comum em todos os nossos vinhos – a elegância!”
– Martta Reis Simões

DESCOBRIR

Tanto por descobrir

Descobrir que temos tudo para conhecer, ver e sentir.
Aqui apresentamos o primeiro fotógrafo convidado neste processo de descoberta e partilha.
Kitato aceitou o nosso convite e descobriu-nos de forma sincera, com simplicidade e muita curiosidade. Percorreu os caminhos, as vinhas e o céu. Sobrevoou a terra e com o seu olhar descobriu o horizonte. Falou com a nossa gente, gente com singularidades próprias, tal como os nossos vinhos.
Pode descobrir mais sobre o seu olhar nesta gama de fotos escolhidas especialmente para si.
Quinta da Alorna. Tanto por descobrir.

DESCOBRIR

Vinhos por descobrir

“Somos privilegiados, as nossas vinhas prosperam em solos que nos dão uma acidez natural única que se exprime em frescura aromática e sensorial.
Respeitamos o que a natureza nos dá e tentamos sempre alcançar aquilo que é comum em todos os nossos vinhos – a elegância.”
– Martta Reis Simões

DESCOBRIR

+ALORNA

+Alorna não é sobre vinho. Não é sobre o que conhecemos. É sobre o que descobrimos de copo na mão, é sobre os sucessos a que queremos brindar. De que serve a descoberta se não for partilhada?
Não é para todos. Mas é para todos os que respiram curiosidade e arrisquem deixar um email sem conhecer o que aí vem.

    + ALORNA

    +Alorna não é sobre vinho. Não é sobre o que conhecemos. É sobre o que descobrimos de copo na mão, é sobre os sucessos a que queremos brindar. De que serve a descoberta se não for partilhada?
    Não é para todos. Mas é para todos os que respiram curiosidade e arrisquem deixar um email sem conhecer o que aí vem.